[ editar artigo]

4 coisas que aprendi com o intercâmbio

4 coisas que aprendi com o intercâmbio

A opção pelo intercâmbio é, sem dúvidas, uma das experiências mais enriquecedoras da vida. Além de proporcionar novas vivências, a viagem amplia nossos horizontes, melhora nosso autoconhecimento e nos faz pensar completamente diferente.

Durante dois anos, tive a oportunidade de estudar em Lima, no Peru. Dessa experiência, separei as quatro coisas mais importantes que aprendi morando fora do país. Talvez elas possam te ajudar na hora da decisão de optar por um intercâmbio!

É preciso conhecer as outras culturas

Uma das questões que mais me chamou a atenção ao chegar, foi o conhecimento do povo peruano em relação à nossa cultura. Eles me falavam sobre as cidades brasileiras, datas mais importantes e pratos mais conhecidos. Eles simplesmente sabiam (quase) tudo. A história do Brasil, por exemplo, era um dos principais assuntos na aula de história. E ao me perguntarem sobre qual característica da cultura deles era a mais conhecida pelos brasileiros, eu mal sabia responder. Nada muito além do que Machu Picchu, Ceviche e Pisco Sour.

Isso me fez pensar o quanto, muitas vezes, nos isolamos. Principalmente, dos países da América do Sul, que nos cercam com uma cultura completamente diferente e riquíssima. Com isso, percebi que é preciso olhar além: se interessar pelas demais culturas e costumes. Esses detalhes podem dizer muito sobre um povo ou uma nação.

Autoconhecimento

A experiência no exterior é uma ótima oportunidade de autoconhecimento. Você muda sua forma de ver o mundo e isso automaticamente reflete em você. Essa é uma das grandes mudanças: você começa a se preocupar com coisas que não se preocupava antes, valorizar o que já nem ligava mais e ter interesse por novas coisas.

As experiências são bastante desafiadoras, e isso contribui para que você evolua. Dificuldades na comunicação, saudades das pessoas e, às vezes, certos preconceitos fazem parte do dia a dia de um intercambista.

Aprender o idioma na prática

A oportunidade de aprender uma nova língua em outro país é muito agregadora. É possível aprender mais em menos tempo, além de treinar seus ouvidos para o idioma. Ao contrário do que muitos pensam, a maioria dos estrangeiros está acostumada em receber pessoas de outros países, e por isso, estão dispostos a lhe ajudar com o idioma.

E mais uma dica importante: mesmo sendo muito comum nos intercâmbios, evite ficar só entre os brasileiros. Por mais que eles ajudem a matar as saudades de casa, assim você acaba só falando português. Por isso, exercite o idioma com os nativos.

Independência

Sabe aquela vergonha de perguntar alguma coisa só por ter que falar com outra pessoa? Esqueça! Fora do país você é automaticamente obrigado a se virar. Não importa se você está com vergonha ou se não sabe como falar aquilo naquele idioma: você terá que enfrentar as mais diferentes situações, e não terá ninguém que faça por você.

Por fim, não tem muito segredo! Mesmo que te deem dicas e conselhos, tudo o que você vai aprender vai ser na prática - ou, porque não, na marra. Mas de uma coisa pode ter certeza, você volta completamente diferente. Você volta com, no mínimo, uma nova visão de mundo (e uns quilinhos a mais, com certeza).

Diário do Intercâmbio | Sharing Experiences
Ler matéria completa
Indicados para você